A crise no setor automotivo brasileiro fez mais uma vítima: a Delpha Automotive System do Brasil,  fornecedora da Automóveis S/A, está encerrando suas atividades na planta de Itabirito, na região Central do Estado. Com isso, os cerca de 900 funcionários que atuavam na fábrica serão demitidos.

De acordo com o sindicato, a empresa, que atuava em Itabirito há 20 anos e já chegou a ter mais de 1,5 mil empregados, vinha reduzindo o quadro de pessoal desde o ano passado e estava operando em apenas um turno. Em janeiro, a Delpha comunicou a decisão aos empregados e, a partir do dia 1º de Agosto, não haverá mais atividades na cidade. O motivo alegado pela multinacional norte-americana seria a queda na atividade econômica do país que levou à redução da venda de veículos e da demanda por parte das montadoras.

Em nota, a Delpha confirmou o fechamento da unidade de Itabirito. “Após ter estudado a continuidade sustentável de seu negócio de chicotes elétricos na região da América do Sul, a Delpha anunciou a decisão de consolidar (sic) a operação da fábrica em Itabirito, em Minas Gerais, com o objetivo de manter a competitividade do negócio e poder melhor atender aos seus clientes”, informou no documento. A assessoria da multinacional também garantiu que as linhas de produção de Itabirito serão mesmo transferidas para outras plantas da empresa, mas não divulgou o número de funcionários realocados.

Aportes – O fechamento da Delpha em Itabirito ocorre menos de quatro anos após a empresa ter realizado um grande investimento no município. Entre 2010 e 2011, foram gastos R$ 5 milhões na expansão da planta local. As obras faziam parte do plano de investimentos da multinacional em Minas que, na época, estavam orçados em R$ 61 milõe. Além disso, para que a fábrica fosse erguida no município, a prefeitura cedeu um terreno de 23 mil metros quadrados à empresa.